sábado, 8 de agosto de 2009

o absoluto

Quando percebi a dimensão de Deus estremeci!

Sem limitações, pleno e absoluto
o que permeia mesmo
quando não há o que permear

O que em todos habita
sem ser habitado por ninguém

Ele é o que sou
por trás de minha ignorância.
Ele é o conhecimento.

A luz dos fatos que reside
na alegria e na dor
mostrando as faces da mesma moeda.

Ou então o que seria a felicidade
além da pausa da tristeza?
Um truque de ilusão!

O que buscas num sorriso compõe uma lágrima.

9 comentários:

Miguel disse...

yin e yang! valeu! abraços!

Camila disse...

fim de semana inspirador, heim?
ADOREI!!!
((( bj om )))

claudiamelissa disse...

Ciro! Tenho acompanhado os textos atuais e estão no ponto de entendimento. Aqui em gyn, eu e Leo falando sobre isso. Sempre bom reconhecer e compartilhar com os amigos. Namastê

Alice disse...

que lindas palavras! maneira ótima de começar o dia!

Luis Paulo disse...

Parabéns! linda composição!

Laura disse...

Grande inspiração! Parabéns...

Adriana disse...

voltou postar! que bom! lindo poema!

Maria Paula disse...

emocionante!

abraços! =)

Luciane disse...

Ahhh! é realmente muito lindo esse conhecimento...(((Ser Absoluto)))
Lindas palavras!
Parabéns pelo trabalho.
hari Om